Descubra como se adaptar a caminhos de resultado em sua vida profissional

Se você tem um sentimento de que a sua vida está parada e que nada   diferente acontece, preste atenção neste sinal, pois isso indica que você está adaptado a situação em que se encontra, sendo ela uma condição boa ou ruim.

Estar adaptado, em princípio, é uma coisa boa. Indica equilíbrio, paz de espírito, tranquilidade, harmonia, entre outras coisas. Mas, a parte negativa desta capacidade é acabarmos nos adaptarmos a situações ruins achando que isso é normal ou que faz parte da vida. E assim, nos adaptamos a relacionamentos ruins, empregos ruins, negócios ruins, mercados ruins, clientes ruins, tudo isso de maneira automática e sem nos darmos conta de que chegou o momento de pular fora do barco e mudar a situação.

Eu gosto muito de ilustrar esta capacidade de adaptação humana com uma metáfora que ouvi certa vez que começava com a seguinte pergunta: Você sabe como cozinhar um sapo vivo? Ao fazerem essa pergunta, eu prontamente pensei e disse que não sabia, mas imaginava que bastava jogar o sapo em uma panela com água quente ou fervente que em poucos minutos estaria cozido.

Grande erro da minha parte, pois se você joga um sapo em uma panela com água fervente, ele vai pular da panela assim que tiver contato com a água, vai se queimar um pouco mais sairá vivo.

O segredo então é colocar o sapo na panela com a água fria e ligar o fogo, pois o sapo tem grande capacidade de regular a sua temperatura interna com a temperatura externa e assim, a medida que a água vai esquentando, o sapo vai se adaptando a temperatura. E esta adaptação vai acontecendo até que o sapo perde a capacidade de adaptação e toma tardiamente a decisão de pular da panela, sendo assim cozido vivo.

Trágico, não é mesmo? Mas, é assim que acontece conosco também durante a nossa vida! A diferença é que não somos cozidos, mas muitas pessoas estão em um relacionamento tóxico, emprego tóxico, atendendo clientes tóxicos e que piora a cada dia porque, assim como o sapo, elas foram se adaptando e perderam a noção do momento certo de sair da situação e, em alguns casos, ainda se tornam dependentes desta mesma situação.

Nas empresas, muito empresários vão lutando e sofrendo com o mercado, com clientes, com funcionários, e vão se adaptando até perderem a noção do momento certo de buscar novos mercados, novos clientes, novos funcionários, especialistas e até mesmo consultores e Coaches.

Se você se enxerga em cenários como os citados acima, irei te ajudar a sair deles através de 03 dicas abaixo que te darão uma visão do que poderia fazer para detectar e corrigir essas situações.

 

Descubra onde você quer chegar

Mais importante do que se adaptar é ter em mente aonde se quer chegar, qual é o resultado que você quer ter. E depois avaliar se a situação a qual você está se adaptando vai te levar até o seu ponto final.

Adaptação é importante, porém a direção é muito mais e não é se adaptando a qualquer situação que você vai conseguir atingir o seu objetivo.

Portanto mantenha sempre momentos de reflexão e de avaliação da sua situação atual e, em cada momento de reflexão, pergunte-se se o caminho que está atualmente é o lugar onde você deveria estar para chegar onde você deseja chegar.

P.S. Se você não sabe para onde ir, é porque está igual ao sapo na panela.

 

Sempre reflita sobre sua situação atual

Use situações específicas como ponto de reflexão. Toda vez que você se sentir meio ou totalmente desconfortável com alguma situação ou evento, faça as seguintes perguntas: Porque esta situação está me incomodando tanto? Porque preciso me adaptar a esta situação? Aonde é que esta situação vai me levar? Ao fazer estas perguntas você vai ter mais tranquilidade no movimento de adaptação ou de rejeição da situação, mas devidamente pensada sem emoção, tornado assim a sua decisão muito mais clara e efetiva.

 

Monte um plano de ação

Após avaliar quais são as situações em sua vida que já não mais vale a pena se adaptar monte um plano de ação para a mudança. Na maioria das vezes uma mudança não planejada causa mais prejuízo do que benefício, portanto, ao tomar a decisão de mudar, trace um plano de ação e vá realizando a mudança no seu ritmo, sendo que a direção e a constância é muito mais importante do que a velocidade.

Lembre-se de que muitas vezes passamos a vida inteira nos adaptando a situações  diversas, gerando um consumo enorme de energia emocional e vital para o nosso dia-a-dia e não tendo o retorno que esperamos, mas, devido a nossa capacidade de adaptação, vamos nos sujeitando dia após dia sem nos perguntar que tipo de resultado estamos tendo. Aplique essas dicas no seu dia-a-dia e isso não acontecerá com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *